Mas a sua alegria apagava-se dia-a-dia,...

Victor hugo - mas a sua alegria apagava-se dia-a-dia, e...
Mas a sua alegria apagava-se dia-a-dia, e cobria-se de poeira, como a asa de uma borboleta que um alfinete atravessou.
Victor Hugo


Gostou da frase? Escreva um comentário!